Qual é a diferença entre o AutoCAD e o AutoCAD Civil 3D

Entre tantas versões do AutoCAD, como saber qual é a mais indicada para o seu nicho de atuação? Está na hora de conhecermos um pouco mais a estrutura do AutoCAD e entendermos como ele funciona em harmonia com suas centenas de complementos. Confira!

O AutoCAD é um programa CAD que pode ser usado para uma grande variedade de propósitos. Muitas pessoas o confundem como um software meramente 2D. Vamos aprender mais sobre 2D vs 3D no AutoCAD básico, em outro artigo do blog.

O que precisa ser declarado antes de prosseguirmos é que o AutoCAD básico possui recursos 3D, eles não são amigáveis ​​ao usuário como outros softwares, mas estão lá como um bloco de construção para dar suporte a uma ferramenta poderosa conectada a ele, como um complemento extra.

Assim, como usuários, examinamos o AutoCAD como um produto e tentamos compará-lo. Porém, o AutoCAD é, na realidade, mais do que um produto. O AutoCAD é um software CAD que pode ser usado para criar quase tudo.

Nossa! Que poder! Como isso é possível?

O AutoCAD faz essa conexão com outras ferramentas e complementos através do uso de uma API (interface de programação de aplicativos). Desde o Autolisp em janeiro de 1986, o AutoCAD tem funcionalidade de API. Você e eu podemos criar complementos do AutoCAD usando o Autolisp. Milhares de pequenos extras estão disponíveis. A maioria deles são gratuitos. Os indivíduos criaram seus próprios complementos privados para vários usos.

No entanto, as capacidades do Autolisp eram limitadas em termos de desempenho e capacidade. Como resultado, a Autodesk criou uma API melhor.

APIs e linguagens de programação melhores foram criadas ao longo do tempo, tais como: ADS/ADSRX/ARX.

Depois que o AutoCAD foi portado para o Windows e a API ficou mais robusta, vários desenvolvedores de terceiros começaram a criar complementos específicos para disciplinas diversas. A AEC era um grande mercado com inúmeras empresas. Por ex.: Eagle Point Software e também a Softdesk. Eles criaram o desktop Land Development.

Na época, a Autodesk não vendia muitos complementos. O Mechanical Desktop, o Architectural Desktop e o Land Development Desktop foram desenvolvidos. Eles compraram o Softdesk… o resto é história. Foi quando a Autodesk começou a investir pesadamente em soluções específicas para cada disciplina.

Ao longo da história e dos produtos anteriores, o AutoCAD permaneceu a base em torno da qual os produtos foram criados. O termo “Vertical” foi então cunhado.

Portanto, um produto vertical é uma base do AutoCAD sobre a qual é construído um produto que inclui todos os recursos do AutoCAD, além dos recursos adicionais para a disciplina específica.

Atualmente, a Autodesk oferece uma ampla gama de produtos. Os verticais são todos os produtos com o nome AutoCAD.

Com esse pano de fundo, chegamos à questão fundamental.

O que é AutoCAD e o que é AutoCAD Civil 3D?

Vou ilustrá-lo usando as imagens a seguir:

Mesmo com o AutoCAD básico, existem componentes conhecidos como expresstools que são complementos. A camada API é a camada básica, na qual os complementos são inseridos. Todas as pequenas caixas pretas indicam diferentes categorias de habilidades.

Este é AutoCAD Map 3D:

Você pode se perguntar: por que Map? Este é o software Autodesk GIS necessário para o Civil 3D funcionar.

E agora, quando você instala o complemento Civil 3D no Map, ele se torna em AutoCAD Civil 3D:

Portanto, o Civil 3D é apenas o AutoCAD Plus Map 3D + Civil 3D.

Para concluirmos esse raciocínio, precisamos esclarecer um ponto.

O que exatamente é o AutoCAD LT?

Pegue uma serra e corte a parte da API e torne-a manca para que ninguém possa escrever seus próprios complementos..

É exatamente essa a lógica do AutoCAD LT. Por isso é barato.

Analisando Tempestades com AutoCAD + Storm Analysis

Storm Analysis é uma das pequenas caixas pretas da parte do Civil 3D.
Quando assisti originalmente à apresentação do Civil 3D, presumia-se que serviria apenas para o projeto de estradas.

AutoCAD é mais comumente usado para desenhos 2D, detalhamento e, mais recentemente, modelagem 3D.

AutoCAD Civil 3D é usado principalmente na engenharia civil. Você pode projetar rodovias (vistas de seção, perfis e testes de velocidade), tubulações, importar pontos e superfícies topográficas, avaliar volumes para corte e enchimento de material e ainda, análises de tempestades.

Então, devo dizer que a diferença na implementação desses dois aplicativos será quando você quiser que eles executem uma determinada operação, como importar dados topográficos no AutoCAD, mas você precisará do Civil 3D para gerar a superfície e calcular volume de material usando os pontos.

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja Aprender AutoCAD de Uma Vez Por Todas, recomendo que confira esse vídeo agora mesmo.

QUERO VER O VÍDEO

 

Rodrigo Marques

Rodrigo Marques é um blogueiro experiente e apaixonado pelo AutoCAD. Ele compartilha suas experiências e conhecimentos sobre o software para ajudar outras pessoas a serem mais produtivas em suas carreiras. Siga o blog para explorar ainda mais o potencial do AutoCAD.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *